Após 27 anos do assassinato, polícia volta a investigar morte de Tupac e casa é revistada em Las Vegas

A polícia de Nevada confirmou que cumpriu um mandado de busca, nesta semana, em conexão com o assassinato não resolvido do rapper Tupac Shakur, de acordo com informações da mídia norteamericana. Os detetives realizaram uma busca em uma casa em Henderson, um subúrbio de Las Vegas, cidade onde o artista foi morto a tiros em setembro de 1996.

A polícia metropolitana de Las Vegas não forneceu mais detalhes sobre a busca, citando a investigação em andamento sobre seu assassinato. Tupac tinha 25 anos quando foi morto. Até hoje, nenhuma prisão foi feita e os verdadeiros responsáveis não foram identificados.

“O LVMPD pode confirmar que um mandado de busca foi cumprido em Henderson, Nevada, em 17 de julho de 2023, como parte da investigação de homicídio de Tupac Shakur”, disse a polícia de Las Vegas em um comunicado. “Não teremos mais comentários neste momento.”

A casa que foi revistada fica a menos de 32 km da região de Las Vegas, onde Shakur foi baleado em um tiroteio. O célebre rapper foi baleado em 7 de setembro de 1996 em Las Vegas e morreu no hospital seis dias depois devido aos ferimentos aos 25 anos.

No dia de sua morte, Tupac havia assistido uma luta de boxe com o empresário Suge Knight, em Las Vegas, no dia em que foi baleado. Ele estava em um sedã preto no Las Vegas Boulevard quando um Cadillac branco parou ao lado e abriu fogo.

Meses depois, em 9 de março de 1997, o rapper Christopher Wallace – também conhecido como Notorious BIG – foi baleado e morto em Los Angeles. Acredita-se que esse tiroteio esteja relacionado ao assassinato de Tupac e também permanece sem solução.

© 2013 Vicente News – Todos os direitos reservados.
ANGOVITECH Platforms (SU) Lda. Luanda, Angola NIF: 5001277014